PROPAGANDA E ANÚNCIO PUBLICITÁRIO

eAs características ensináveis de um gênero nos níveis de análise conforme proposto por Bronckart (1999) supõe três níveis:
1) situação de produção;
situação de produção de um texto que envolve as representações que o produtor tem de si mesmo e dos outros,  pois enquanto enunciador de um texto, o produtor assume um papel social com um determinado objetivo, frente a um destinatário que também assume um papel social e em um dado lugar social. Também é preciso considerar o lugar e o momento da produção.
—2) aspectos discursivos
conteúdo temático (conjunto de assuntos que um gênero irá tratar, que são dizíveis através dele)  e sua forma
  •           presença de logotipo da marca
  •           slogan do produto ou serviço
  •           layouts
  •           títulos
  •           textos
  •           fotos
  •           assinatura pela empresa
  •           destaque para o nome da instituição
  •           telefone para contato com a empresa
  •           endereço eletrônico
  •           contato eletrônico
  •           .............
3) aspectos linguístico-discursivos ou a linguagem

  •           implicação do autor e situação de produção
  •           sequência textual
  •           coesão
  •           conexão
  •           modalizadores
  •           vozes
  •           intertextualidade
Sequências textuais:
- narrativa
- descritiva
- argumentativa
- descritiva de ações
- injuntiva
- instrucional
- dialogal
- script
- relato
- esquematização


Mecanismos de textualização (coesão e coerência)
- coesão nominal e verbal
- conexão: ligação entre as partes do texto


Mecanismos enunciativos (vozes e modalizações)
as vozes presentes em um texto revelam informações sobre o autor, , os personagens, pessoas citadas
as modalizações são avaliações que podem ser notadas no interior do texto.


eLembrando que: 
O modelo didático é uma peça muito importante para o ensino de um gênero, já que permitirá ao professor conhecer melhor um gênero e, a seguir, fazer escolhas sobre o que precisará trabalhar com seus alunos, de acordo com as capacidades de linguagem e o que realmente espera que eles venham a desenvolver.
Após o trabalho com o modelo didático, o professor pode elaborar uma sequência didática, um conjunto de atividades para levar o aluno a dominar um gênero, selecionando, dentre as características levantadas, aquelas que seriam relevantes para serem trabalhadas em uma série.
—Um mesmo gênero pode ser trabalhado em diferentes anos, mas o nível de complexidade da abordagem deverá ser alterado conforme o nível de desenvolvimento dos alunos. (no primeiro ano o título de uma notícia pode ser abordado para os alunos perceberem como ele resume todo um texto, no nono ano o mesmo título pode ser explorado para mostrar a posição ideológica de um jornal.)


NPensando nos anúncios publicitários...

OFICINA - O conhecimento prévio
1 - A publicidade tem uma grande participação em nosso cotidiano e vários são os textos dessa esfera com que nos defrontamos todos os dias.
a) Indique alguns gêneros textuais publicitários.
b) Qual o papel que esses gêneros cumprem em nossa sociedade?
2.Você já comprou algum produto por causa de um anúncio publicitário? O que havia no anúncio que  o fez  fazer essa compra?

OFICINA -Nesta oficina, nós vamos nos ocupar dos anúncios publicitários.
Procure pensar em alguns deles que você já tenha visto e responda oralmente a partir de suas impressões:
a) qual o papel social do enunciador?
b) qual o papel social do destinatário?
c)  qual o objetivo dos anúncios?
d) onde encontramos os anúncios publicitários?
e) quais são as suas características no nível dos aspectos discursivos: infraestrutura geral, tipos de discurso e sequências?
f) quais são as características no nível dos aspectos linguístico-discursivos: mecanismos de textualização e mecanismos enunciativos?

Contextualização 

OFICINA -Primeira Produção
Pensando nesse levantamento que você fez e nos anúncios de que se lembra, coloque-se na posição de um publicitário e crie um anúncio que atenda a seguinte situação:
a) Anunciante: uma grande gráfica
b)  Público Consumidor: pessoas / empresas que possam utilizar os serviços dessa gráfica
c)  Produto a ser anunciado: os serviços de uma grande gráfica
d) Objetivo:  persuadir o destinatário a utilizar os serviços dessa gráfica
e) Suporte onde vai ser publicado o anúncio: em uma revista  de bordo

OFICINA -Agora que você já criou o seu anúncio, apresente-o aos colegas da sala e verifique:
Qual (ou quais?) atendeu melhor as condições dadas no contexto de produção?
Que estratégias o bom anúncio usa para atingir o público-alvo?


Compare o seu anúncio ao anúncio da IBEP, abaixo:


AEm relação 
  Aos mecanismos linguístico-discursivos

-Escolha lexical / substituição de nomes

      -Marcas de 2ª pessoa do discurso
     -Figuras de linguagem (comparações, eufemismos, hipérbole, etc.)
     -Afirmação 
     -Repetição 
     -Modalizadores apreciativos 
     -Criação de inimigos (detergente contra a sujeira)
     -Apelo à autoridade (detergente dermatologicamente testado)
     -Ligação dos mecanismos linguístico-enunciativos com o contexto de produção

Os aspectos do código visual 
-O que aparece nas imagens?
-Qual o ângulo da imagem?
-Descreva os elementos?
Tamanho
Plano de fundo/ primeiro plano
Contrastes de cores e tons
Diferença da nitidez
Texto 
-Ele vende um produto ou uma ideia?


 çQual anúncio atendeu melhor as condições do contexto de produção: o de vocês ou o da revista?


NEstudando o  gênero anúncio publicitário

OFICINA -Observando o contexto de produção

A organização textual
                Anúncio de roupas no Estadão (04/01/1875)


—               Anúncio de roupas no Estadão (16/03/2010)


O VERBAL
A) Quem produz o texto? Explique sua resposta.
B) Onde provavelmente o texto foi produzido?
C) Qual era o objetivo do enunciador do texto no momento da produção?
D) Podemos perceber o posicionamento do enunciador do texto? Qual é?
E) Quais as sequências discursivas que compõe o texto? Destaque trechos do texto que comprovem sua resposta.
F) Qual é o slogan da empresa?
G) É possível fazer alguma inferência sobre a empresa a partir do slogan? Qual?
H) Como é o logotipo da marca? E) Por que o nome da empresa está destacado do corpo do texto?


çO anúncio da loja “Morena Rosa”  apresenta pouquíssimo texto, no entanto essa ausência nos diz muito. Cite alguns desses dizeres subentendidos.


çVocê saberia dizer como se constroem nos textos os subentendidos?


OS ARGUMENTOS
Reveja os anúncios anteriores e levante os argumentos empregados para vender os produtos
Argumentos subentendidos
Argumentos explícitos
Ligação dos argumentos com o contexto de produção

Elaboração de logomarcas
https://www.freelogoservices.com/pt/user?destination=step1 Em construção
Referências:
Material socializado em OficinasLindóia, março 2010: Profa. Dra. Lília Santos Abreu-Tardelli  (IF – SP), Profa. Ms. Ermelinda Barricelli (doutoranda PUC-SP), Profa. Dra. Luzia Bueno (Universidade São Francisco), Profa. Dra. Eliane G. Lousada (USP – FFLCH – DLM) , Profa. Ms. Siderlene Muniz Oliveira (doutoranda PUC-SP)
ABREU-TARDELLI, Lília Santos. Trabalhodoprofessor@chateducacional.com.br   Aportes para compreender o trabalho do professor iniciante em EAD. São Paulo: pp. 196, 2006.
BAKHTIN, M. M. “Os gêneros do discurso”, in: Estética da criação verbal. Trad. Maria Ermantina Galvão. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2000.
BRONCKART, Jean-Paul. Atividade de linguagem, textos e discursos. Por um interacionismo sociodiscursivo. Trad. Anna Rachel Machado e Péricles Cunha. São Paulo: EDUC, 1999.
BUENO, L. “Gêneros textuais: uma proposta de articulação entre leitura e escrita e análise linguística”. In: CENP. Língua portuguesa: ensinar a ensinar. São Paulo, Secretaria de Educação, 2009.
DOLZ, Joaquim, NOVERRAZ, Michèle, e SCHNEUWLY, Bernard. “Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento”, in: DOLZ, J. e SCHNEUWLY, B. Gêneros orais e escritos na escola. Trad. e org. Roxane Rojo e Glais Sales Cordeiro. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2004.
MACHADO, Anna Rachel. A necessária construção do modelo didático de gênero a ser trabalhado: considerações teóricas exemplo. Texto produzido para o PREPES VIRTUAL da PUC/Minas, 2001.
MARCUSCHI, Luiz Antonio. “Gêneros textuais: definição e funcionalidade”, in: Gêneros textuais & ensino. DIONISIO, A.P., MACHADO, A. R. e BEZERRA, M. A. (orgs). 2. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002 (a).
TRAVAGLIA,


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grata pela sua participação.
[]s.
Katty Rasga